6 de jul de 2010

Quando dormes

Quando dormes ainda sim escuta o canto no recanto. Ainda caminho por pastos verdes e amarelos, plantar e semear, acompanhas as estações da vida. Nem o que foi nem o que será... as escolhas são no Agora. Com um pé à frente não mais no sorriso ingénuo mas no "Sentar" da consciência... nem certo e nem errado somente o Ser e Estar... Todos Re-unidos e comprometidos não importa se é flor ou trigo... Acompanhem...Em toda lágrima há um sorriso!

Amor no seu singelo entendimento.

8 comentários:

  1. É Bya, em toda lágrima tem um sorriso! Yes!!!
    Muito lindo!!!
    beijo gostoso.
    Astrid Annabelle

    ResponderExcluir
  2. É preciso sentir... mesmo no pranto a última lágrima rouba o sorriso do canto dos lábios daí é o simples e impercebivel que faz sentido e que dá sentido....assim entendo assim sinto!

    ResponderExcluir
  3. Bom saber que ainda quando eu durmo, sou.Tudo acontece freneticamente e os sonhos nunca param...

    Ando tendo muitos sorrisos lacrimejante rsrsrs.

    Sinto isso também no fundo da minha alma!

    Milhões de beijos

    ResponderExcluir
  4. Lindo e doce sentir!beijos,lindo dia!chica

    ResponderExcluir
  5. Sempre viver no agora, não no futuro e nem no passado.
    Sim, "Em toda lágrimas há um sorriso"

    ResponderExcluir
  6. "Só se enxerga bem, com o Coração".
    Lindo Bya, enquanto dormes...

    ResponderExcluir
  7. Impressionante como saem de você jorros de palavras tão, tão, poéticamente lindas!

    ResponderExcluir