1 de fev de 2011

Vinícius de Moraes

Canção do amor que chegou

Eu não sei, não sei dizer

Mas de repente essa alegria em mim
Alegria de viver
Que alegria de viver
E de ver tanta luz, tanto azul!
Quem jamais poderia supor
Que de um mundo que era tão triste e sem cor
Brotaria essa flor inocente
Chegaria esse amor de repente
E o que era somente um vazio sem fim
Se encheria de cores assim

Coração, põe-te a cantar

Canta o poema da primavera em flor
É o amor, o amor chegou
Chegou enfim





Dos tempos em tempos assim chegou primavera em flor! Este poema por si só diz tudo vem de uma alma de um encanto ao meu marido que amas tanto...porque não citar Vinícius





3 comentários:

  1. Lindo poema!!
    "Coração, põe-te a cantar
    Canta o poema da primavera em flor
    É o amor, o amor chegou
    Chegou enfim"

    Os poetas encantam a nossa vida com seus versos e canções.
    beijos
    Heliane

    ResponderExcluir
  2. SONETO DE LUZ E TREVA

    Ela tem uma graça de pantera
    no andar bem comportado de menina
    no molejo em que vem sempre se espera
    que de repente ela lhe salte em cima

    Mas súbito renega a bela e a fera
    prende o cabelo, vai para a cozinha
    e de um ovo estrelado na panela
    ela com clara e gema faz o dia

    Ela é de Capricórnio, eu sou de Libra
    eu sou o Oxalá velho, ela é Inhansã
    a mim me enerva o ardor com que ela vibra

    E que a motiva desde de manhã.
    -- Como é que pode, digo-me com espanto
    a luz e a treva se quererem tanto...

    (Vinícius de Moraes)


    Adoroooo Vinícius de Moraes
    Tenha um belo dia!
    Beijinhuuss

    ResponderExcluir
  3. Linda presença do POETA no Vale da Lua, consagrando o amor numa canção e num florir de Poesia!
    Lindo, abraços!

    ResponderExcluir