6 de ago de 2009

Caminhar é preciso


Caminhar seja qual for o passo seja qual for o ritmo, passar pelas pontes e alcançar o Monte. A voz dos ventos sopram as poeiras que elevam-se e fazem seguir adiante. Passa-se as pontes e derrubam-se os muros e alcança o lago...busca a loucura para alcançar a cura não da razão mas de um bosque que só sente as vozes do vento e a brisa que apazigua o corpo.

14 comentários:

  1. Belo caminhar, vivenciando etapas, aprendendo, crescendo, encontrando nossas verdades e a magia da vida. ney/

    ResponderExcluir
  2. Um caminhar que não se deve nunca delir do coração, pois é o anseio da Alma!!!! Lindamente em prece teu Poema Poetisa! Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Caminhar sempre, não escolhendo nossos pisos, mas passando por todos bem...beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. A vida sempre nos mostra que a ordem do caminho é caminhar. Beijo de luzes e cores

    ResponderExcluir
  5. Com o primeiro passo tudo fica mais fácil, não dizem assim?Bela postagem!

    Mil beijos

    ResponderExcluir
  6. E eis que a Gaivota averba lindamente.
    Muito belo By.
    Coincidência a vivencia, Monte-Montanha...Não,sente-se portanto sabe.
    bjs e bjs

    ResponderExcluir
  7. Bya

    Passando pra desejar um bom fim de semana

    Xero

    ResponderExcluir
  8. OI..VIM VISITAR SEU BLOG E GOSTEI MUITO. ESTOU TE SEGUINDO...

    TENHA UM BOM FINAL DE SEMANA.
    ABRAÇOSS

    ResponderExcluir
  9. Obrigada a todos e assim caminhamos. Joélitn eu já tinha te achado.

    ResponderExcluir
  10. Então, eu que nem sei poetizar, ouso opinar.
    Achei muito lindo e sensível, já iniciou cativando, interessante que sem dizer a primeira sentença já deixa seu recado: "Nunca parar", ou "caminhar sempre" mesmo que o ritmo for pequenininho =).
    Mas há momentos em que não entendi ou na minha insensibilidade não consegui acompanhar os passos de seu raciocínio. Por exemplo, antes de escrever(...)Passa-se as pontes.... voce mencionou as "vozes dos ventos"(...)que (...)sopram as poeiras que elevam-se e fazem seguir adiante(excelente metalinguagem, por sinal). Fiquei confusa se ainda estava falando das vozes do vento ou ainda era o incentivo de caminhar. Em seguida, (...)derrubam-se os muros e alcança o lago...(...). Até aí, eu que ainda não sabia sobre quem voce falava, novamente não "me achei" quando voce falou isso oh:(...)busca a loucura para alcançar a cura não da razão mas de um bosque que...(...)

    Se é do jeito que entendi, esse 'alguém' busca a loucura como cura do bosque?

    Desculpe, não estou zuando só queria ter a sensibilidade necessaria para absorver textos assim. Pode me dá uma luz?

    um beijo.

    ResponderExcluir
  11. Mulher....

    Simplesmente sinta...não tente construir com toda a razão pois dela esquecemos de sentir...Sinta primeiro e a razão completa pois a mesma sempre esta presente. Não importa se a cura é referente a ti ou ao outro, não importa por onde ela começa ou por onde ela termina - a cura. Explicar a brisa em dias quentes e a sua sensação ou o sabor de uma maça quando sente sede...quem explica é o seu Sentido.... se é em um bosque ou em um hospita ou se é em um apartamento não importa pois as mesmas portas podem levar a um único caminho - Calma!!! a um único lugar - caminho - objetivo - ou se prefirir a um ponto final.
    Tú és sensivel ....e quem não é!!!

    ResponderExcluir
  12. Com força nos pés, basta agir. Caminhar é prazer. Paz e Luz. Abraços

    ResponderExcluir
  13. Salvé Bya!

    Grata pelas palavras.
    Vim propositadamente a este post nesta data, pois foi o dia do meu aniversário:60
    Tinha inclusive deixado uma pequena festa para os que por lá (blog) passassem e ainda um pequeno "trabalho de casa", sobe o "ego" - pois tinha programado ir de férias no dia seguinte.
    Mau grado, soube pelo meu filho mais velho, que pelas 13 h - da véspera do meu aniversário e quando concluí o post já de madrugada - que a minha mãe tinha "partido"! Foi então dia 6 aos 60 de idade que a deixei de ver..... até ao momento de nos encontrarmos de novo. Cremei-a e deitei as cinzas na terra, no meu dia... Pó ao pó...Luz á LUZ!
    Depois fui restabelecer-me criando uma nova dinâmica interna, em Fátima - para ond vou desde há 10 anos - também concluídos este ano - aquando do meu "despertar"! - são 250km de donde estou em Sintra até lá.
    Daí que, quando regressei, e para aqueles sujo sentido da vida é apenas a matéria, lessem o que está para além de nós! O que é a verdadeira VIDA e como os "sinais" aparecem...

    Não prometo vir aqui muitas vezes....perdoe..mas a minha função na blogosfera é dar a conhecer o que venho aprendendo e experienciando no terreno....e não para "angariar" comentadores ou ser uma das mais comentadas da blogosfera - como é a postura da maioria. Quando saio do "meu canto" é para agradecer a quem por lá passa e depois comento o que leio.
    Não busco.
    As pessoas que o céu indica para o "meu" blog necessitam de o fazer naquele determinado momento....nada é "por acaso".
    Não tenho ou sigo qualquer doutrina, por isso sinto-me absolutamente livre de poder deixar no ecran, o impulso interno! - sempre acreditando que, se o faço, é poque está "alguém" junto de mim para tal.É verdade que o Caminho se faz caminhando e ao nosso ritmo - há pessoas que descuram isso - mas não e menos verdade que também se faz...com "sangue, suor e lágrimas"! - como se diz.
    Este post foi-me particularmente tocante, porque sempre que lemos algo em que a energia Divina nos impulsiona, sentimos isso cá dentro - foi o que aconteceu aqui, agora.
    Li que tem uma família muito bela e unida.Que essa comunhão seja o aprendizado que as almas envolvidas necessitam para caminharem mais e melhor!

    Que Deus vos abençoe!

    Sempre...
    Mariz

    ESPAVO! - como em MU(Lmúria) e quer dizer literalmente:
    "RECONHECENDO A LUZ QUE HÁ EM SI"!

    ResponderExcluir
  14. Salvé minha querida!
    Vim ver , - porque reparei que responde aqui a quem lhe escreve - e deparei-me com uma gralha enormérrima no texto acima:
    ...."Daí que, quando regressei, e para aqueles SUJO sentido da vida...."

    Em vez de "SUJO" deveria ler-se "CUJO" sentido de vida....

    Um abraço sincero
    MAriz

    ESPAVO!



    Errata

    Em vez de"sujo

    ResponderExcluir