25 de ago de 2009


Aquele que canta aquele que pulsa...sem repulso...Sente-se e celebre o silêncio o som é único e te encaminha pra lá...Ouve-se...continue ai...não a esperar mas a dar o tempo e o tom certo? Escuto e continuo no banco pois agora é o momento do Silêncio.

6 comentários:

  1. Assim tb sinto, o Silêncio se faz mais e mais sentido e amplo.
    Linda palavras.
    Tem selo para vc lá no blog.
    bjs e bjs

    ResponderExcluir
  2. O silêncio é necessário. Procuro fazê-lo diariamente, nem que sejam 10 minutos, para poder prosseguir. Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Aconchegante banco, e essa lua IMENSA... Demais! Vou sentar numa beirinha, sentir um pouco desse silêncio, sem desassossegos grandes, mas sentindo o cantar, o pulsar.
    Ah, é que lembrei do poema do Fernando Pessoa (Ricardo Reis): Vem sentar-se comigo Lidia, à beira do rio.
    Fernando Pessoa vivia à frente do seu tempo, de todos os tempos, de todas as formas através dos seus heterónimos, sentia o canto, o pulsar, e nos deixou sua bela poesia.
    Boas energias, bons luares. Abraço/ney.

    ResponderExcluir
  4. Sim...o silêncio faz parte de tudo.
    Assim como tí Antonio sinto a necessidade dos 10 até uma hora para silenciar-me...Obrigda
    Tereza: mais uma vez...sentimos...estarei passando no blog
    Ney: Sempre uma emoção...pode sentar-te na beiradinha...tá bom! Que poema...sentimento vindo do silêncio.

    ResponderExcluir
  5. Bya, eu vou repassar todos os arquivos do blog “O Segredo da Flor de Ouro”, para o Blog "Sem Fronteiras para o Sagrado". Como quase todas pessoas me acompanham nos outros blogs, assim por economia de tempo, fica mais fácil para todos. Quando repassar todas postagens, vou excluir o blog.
    Novo endereço:
    http://semfronteirasparaosagrado.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Vim agradecer a visita.
    Teu blog é muito lindo.
    O silencio é importante conselheiro, principalmente nos momentos de maior confusão.
    Também vou me encostar aqui nas fazes da lua.
    Beijo.

    ResponderExcluir