25 de jun de 2009

Certa vez ouvi um chamado


Não de onde vem, sei que sussurra quando a brisa passa, muda as estações mudo a minha face. Acompanho quando o sol nasce mudo conforme a lua, caminho na luz que dela me fornece esta natureza que a dia desperta. É uma intensa energia que aqui e lá se propaga prende-me e preenche-me como a lua cheia. Ouvi seu chamado no canto dos passáros, na roda gigante na fogueira ao seu grito de dor pela natureza que aqueles a tocou. O som pulsa na energia de um coração: Meu coração ao coração na Terra.

4 comentários:

  1. Lindo!
    E transparência do "sentir" dentro do processo consciênte, seguindo o pulsar próprio!

    ResponderExcluir
  2. Sim amiga, querida e sensível Bya, o chamado a tudo muda e muda tudo!
    Lindo seu blog querida,lindo, quero acompanhar mas não sei ainda como fazer me explica tá?? lindooooo!

    ResponderExcluir
  3. Vc ja ouviu e sentiu: Sempre!
    È neste sempre: ca estamos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Sempre estamos atendendo o chamado da vida.

    ResponderExcluir